sábado, 12 de maio de 2012

Perdão

Que Deus me perdoe Mas o mundo é triste Eu não sei desde quando Até as coisinhas bonitas Tem algo de feio Um lado que espeta Como a própia rosa. Que Deus me perdoe E há de perdoar De eu não acreditar Que flor só dá perfume Que amor é só gozar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário